Eu vim para servir


Já passaram seis meses desde que cheguei a Itoculo. Seis meses para uns pode ser muito para outros pode ser pouco. Para mim é normal.

Primeiro porque estou a meio do meu estágio missionário, segundo porque tudo vai segundo aquilo que estava previsto e terceiro porque a cada dia descubro coisas novas e sou surpreendido com muitas outras.

O ser humano não se mede por aquilo que ele faz, mas por aquilo que ele é. Porém aquilo que ele faz não deixa de ser uma parte daquilo que ele é. Assim é a vida de qualquer missionário, e a minha também.

Neste sentido aquilo que ocupa (e preocupa) o meu dia-a-dia, dentre as várias tarefas que a missão me confia apresento aqui algumas:
Lar de estudantes, escolas comunitárias, ministério da justiça e paz, catequese, grupo coral, jovens, outros…

1.Lar de estudantes
No lar de estudantes Beato Daniel Brottier, a minha vida está animada e desafiada com 22 rapazes, da 8ª a 10ª classe, dos 14 aos 18 anos, vindos de diferentes lugares e situações sociais e religiosas de Itoculo e arredores. Aqui eu procuro estar presente nos trabalhos internos de cada dia, acompanhar cada um na sua integração humana e escolar, ajudar no crescimento intelectual e espiritual, apoiar no estudo e no reforço escolar onde se verificam muitas insuficiências e dificuldades. Educar, ensinar e aprender são os pontos chaves deste trabalho.

2. Escolas comunitárias
Este ano temos 4 escolas comunitárias, (com 4 turmas da 1ª classe, 1 de 2ª classe e 1 de 3ª classe). A minha tarefa é ajudar na sua organização, vigiar a funcionalidade, apoiar na entrega dos livros e materiais escolares e manter o contacto oficial com os serviços distritais da educação. Trata-se de uma atividade que permite que um bom número de crianças tenha acesso ao ensino escolar.

3. Ministério da Justiça e Paz
Procurando ser justo e pacífico, dou o meu melhor neste ministério. Situações de injustiça não falta e a minha tarefa é apresentar luz para a sua resolução que nem sempre é fácil. O trabalho conjunto com os animadores de justiça e paz ajuda-me a conhecer melhor a realidade local.

4. Catequese
Não só do pão vive o homem mas também da palavra que sai da boca de Deus. Assim a minha vida também tem uma dimensão evangelizadora. Cada quinta-feira após a eucaristia, de uma maneira estruturada e organizada oriento um grupo de catequese de preparação para o crisma. São os jovens estudantes (26)  que vieram frequentar o ensino secundário em Itoculo. Esta é uma maneira para que estes jovens continuem a sua caminhada de formação cristã iniciada nas suas comunidades de origem.

5. Grupo Coral
Já dizia Santo Agostinho "Cantar bem é rezar duas vezes". Este foi o desafio quando reunimos o coro paroquial para preparar a festa de São José (19 de Março). Cerca de meia centena de jovens das diferentes comunidades cristãs uniram as suas vozes no mesmo canto de louvor, um sinal de verdadeira comunhão e convivência juvenil. Esta é uma área que me anima e que gostava de desenvolver mais.

6. Jovens
Não sou responsável direto deste ministério pastoral. Mas como jovem que sou, gosto de estar no meio de jovens, na certeza de que "jovem evangeliza jovem". Diferente de outros lados por onde já passei, aqui a grande maioria dos participantes nas comunidades são jovens. Os encontros períodicos nas regiões paroquiais e o contacto com os jovens durante as visitas às comunidades cristãs são realidades visíveis deste serviço pastoral.


7. Outros…
Por fim não menos importante está a formação e acompanhamento dos acólitos, o trabalho no cartório paroquial onde faço os registos dos sacramentos (Batismos, Primeira Comunhão, Crisma e Matrimónio), a elaboração das actas do conselho paroquial e da equipa missionária… e muitas outras coisas quotidianas da minha vida na comunidade espiritana que me acolhe.

Agradeço a Deus este tempo e esta missão. Que os talentos que ele me concedeu estejam sempre a render em benefício dos irmãos.

Assim concluindo, como Jesus que não veio, para ser servido, mas para servir, também eu vim para servir e aqui entregar a minha vida.(Mc 10, 45). Isto mesmo inspira a minha vida e o meu trabalho na certeza de que "quem não vive para servir, não serve para viver". E em jeito de provocação, para que serves tu ? A quem serves ? Lembra-te que só podes servir para ALGUÉM. Ele está vivo, é o Senhor! Aleluia!

Comentários

Raul Viana disse…
Lindo serviço! !!!

Mensagens populares