Onze meses, um(a) inimigo(a)...


Edmilson
Itoculo


Onze meses passaram, desde que cheguei em Moçambique e em Itoculo. Como todos podem imaginar, estes meses têm sido tempos muito bons e de muitas alegrias. Fiz muitas novas amizades, e sempre me senti em casa, tão amável foi a recepção que me fizeram.
Contudo, nem tudo são rosas (frase um tanto poética, mas cheia de verdade e de sentido), porque também há os espinhos. O meu espinho tem sido uma inimiga que encontrei aqui: - nanikhitco (malária). Uma inimiga muito poderosa, pois tem um grande e poderoso exército: - Ipwilimwithi (mosquitos). Nos primeiros meses a nossa convivência foi saudável e favorável, mas passados dez meses começou a hostilidade, e eu, até agora, não sei a troco de quê... nestes dois últimos meses travámos já duas fortes batalhas, e até agora ela tem levado a melhor.
O primeiro combate teve início no dia 16 de Agosto, e como consequência fiquei de cama, durante uma semana, perdi alguns quilitos, mas um homem forte não desiste à primeira, então comecei uma grande investida, com vista a uma rápida recuperação, e até parecia que estava a correr maravilhosamente, tinha já recuperado uma parte dos quilos que tinha perdido... e um mês depois (a 19 de Setembro) «bum», o segundo embate.
Neste segundo embate as consequências não foram tão devastadoras como na primeira, mas também fez os seus estragos: - Quatro dias na cama, e (o pior de tudo) novamente o peso entrou em défice, pois perdi os quilos que tinha recuperado já, e outros tantos.Mas tenho que afirmar que o poderio mostrado pela minha adversária em nada me assusta, pois não só já estou de pé (e firme), como também já reforcei o sistema de defesa e de proteção contra os soldados da malária... esta luta, embora um pouco amarga, tem sido interessante, pois agora já posso falar da malária com conhecimento de causa, porque já sei o que ela é... afinal ela me tem acompanhado nestes últimos tempos e isso permite um conhecimento mais próximo, mas confesso que ela é mais simpática e mais bela vista ao longe (pois é menos amarga, não dá vómitos, dor de cabeça ou febre...)

Comentários

Anónimo disse…
e aí mané! td legal. rapais tu tá passando mal com os cara lá, pow. quer k eu te mande armamentos de combate contra esses soldados. abo nton corpo dja bau baxu!? nhu racupera nho, nu sta na reta final. força pa la
Elson disse…
Mano luta bem e dê cabo da sua inimiga porque nao quero nem vê-la quando chegar lá. vou armar-me bem e previnir paranao ter de travar uma batalha com ela.
luta mano já está no fim.
força aí
Elson Lopes

Mensagens populares