...no fim de mais um ano lectivo


Edmilson
Itoculo


Mais uma vez, dou a cara, e novidades, também... desta vez para noticiar o momento que se vive aqui, em Itoculo (a vila do milénio). O grande acontecimento que marca este período é o fim do ano lectivo, que traz boas e más notícias (é como tudo). As boas notícias têm a ver com o grande movimento de estudantes; há uns que chegam e outros que partem para a família, a fim de gozar as tão esperadas (e, talvez, merecidas) férias. Por outro lado é o tempo de preparar a machamba, para mais uma campanha agrícola, sempre na expectativa de conseguir boas colheitas. Tudo isto é muito bom, mas tem a parte menos boa: para uns é o tempo de “angústia”, à espera dos resultados (isto para quem não trabalhou, devidamente), é tempo de separar dos companheiros, que, durante todo o ano lectivo, partilharam os momentos bons e menos bons, para outros (os que estão a terminar a 7ª classe) é, ainda, tempo de tratar dos documentos e matrículas nas escolas secundárias, e todos nós sabemos a dor de cabeça que isto é, devido aos vários entraves que são criados pela burocracia, de que já estamos acostumados a ver e ouvir. Outros, ainda lamentam o fruto do seu trabalho (ao longo do ano), que podia e devia ser bem mais rentável. Apesar do ambiente calmo que se vive, para mim, existe um sabor um pouco amargo, pois é um aviso de que está próximo o fim da minha estadia aqui na vila e missão de Itoculo. Por outro lado, este período mais calmo permite que possa concluir alguns assuntos, ainda pendentes.



Mas, desde o fim do ano lectivo, outros assuntos marcaram a “agenda do dia-a-dia” em Itoculo: os que sobressaem mais são as eleições do dia 28 de Outubro deste ano, a chegada de um novo estagiário (que me veio empurrar para fora daqui), que é um jovem cabo-verdiano, que eu já conhecia “kalai” (há muito tempo); ele chegou bem, está bem e preparado para “olima” (trabalhar no campo, isto é, limpar o terreno para cultivar). Confesso que sinto um bocado de saudade do ambiente da escola, dos colegas (professores) e dos alunos. Agora, passando perto das escolas parece um lugar abandonado e sem vida, mas isto é o anúncio de que um novo ano lectivo está por vir. Por enquanto vamos ficar a saudar os amigos e familiares, e a descansar do ano lectivo findo, pois é caso para dizer: «amanhã há mais».

Comentários

Mensagens populares