Passeio dos jovens à Ilha de Moçambique

Raul Viana
Itoculo
 
No dia 24 de Agosto 70 jovens da Paróquia de Itoculo partiram rumo à Ilha de Moçambique.

Bem de madrugada saímos de Itoculo no nosso «chapa» previsto.

 
Atravessamos a ponte com cerca de 3km de comprimento, construída nos anos 60, mas ultimamente reabilitada. E logo entramos na Ilha, seguindo até ao pontão.

 
Descansamos um pouco, aguardando a entrada no Museu, apanhando um pouco de sol e os ares do oceano índico.

 
Logo depois entramos na Igreja de S. Paulo onde fomos bem recebidos com uma sessão histórico-cultural multimédia.

 
Fizemos uma visita no pátio interno do Palácio dos Capitães-Generais, originalmente conhecido como Colégio de S. Paulo, dos jesuítas.

 
Passamos depois no Museu da Marinha e no Museu de Arte Sacra.

 
A visita continuou na Fortaleza de S. Sebastião do Sec. XVI, uma construção do tempo dos portugueses para proteger e apoiar os navegantes a caminho da Índia.

 
 
Conhecemos um pouco da história desta Fortaleza e aproveitamos para encher as nossas garrafas de água que a cisterna da Fortaleza é referência.

 
Chegamos à Capela de Nossa Senhora do Baluarte, erguida em 1522, considerada a construção mais antiga de toda a costa do índico feita pelos portugueses.

 
Depois desta dose histórica fomos almoçar e iniciamos a tarde com uma partilha e celebração na Igreja Paroquial da Ilha onde tiramos a nossa foto oficial.

 
Caminhando até ao Jardim da Memória, passamos ainda na Capela de S. Francisco Xavier e tomamos o nosso «chapa» rumando até à Igreja do Lumbo.

 
Aqui mesmo descemos à praia e molhamos os pés nas águas calmas do índico. Foi a úlitma paragem antes da chegada de novo a Itoculo.

 
Um dia grande e bonito que fica na história dos jovens da Paróquia de S. José de Itoculo.

Comentários

Anónimo disse…
elson

Mensagens populares